segunda-feira, julho 24, 2006

Demais

Almoçando com alguém muito querido, ouvi sua filha dizer que fazia até demais por ele. Besta que sou, não me contive e respondi:

- Nunca é demais... nunca é demais.

Vira e mexe, ouve-se alguém dizer que "ama demais". Respeito, mas acho uma grande bobagem.

Primeiro, porque só podemos amar quanto nos permite nossa natureza humana, o que, convenhamos, nunca vai ser demais. Segundo, quando se ama de verdade, imagino, é sempre "de menos". Por mais que se ame, ter-se-á sempre a impressão de que não é o suficiente. E quanto mais se ama, mais se quer amar.

Além disso, "demais" traz implícita a idéia de que a pessoa amada não merece, não está a altura do amor que inspira. Ora, amor não tem a ver com merecimento. Ou não deveria, pelo menos. Ama-se, não pelo que a pessoa amada é, mas pelo que o ato de amar em si faz naquele que ama. Talvez a idéia fique mais clara nas palavras de Antoine de Saint-Exupery: "Quando você se doa, você recebe mais do que dá"*. Sendo assim, amar nunca será demais.

Ou não...

*BrainyQuote (em inglês)

7 comentários:

  1. Eu acho incrível como vc consegue raciocinar em cima do dito irraciocinável - pascaliano, talvez...
    Gosto das suas inquirições sobre o amor, ou sobre o amar.
    Não! Vc é stendhaliano, vai ver; afinal, foi esse francês quem escreveu todo um livro sobre o tema...

    ResponderExcluir
  2. Demais! ...rs

    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Oi miguinho, adorei post...
    bjinhos

    ResponderExcluir
  4. Voce conhece a Crônica do Amor, de Roberto Freire???

    Ele também concorda que não amamos alguém "porque ele (a) merece".

    ResponderExcluir
  5. como diz a Claire vc raciocina em cima do irracionável, esses dias eu li em um blog q o amor só tem a menor razão é quer ser racional, eu diria q uma louca razão. bjus

    ResponderExcluir
  6. corrigindo - *irraciocinável...

    ResponderExcluir
  7. Ama nunca será de mais.
    Baseado no que vc falou. acho que quando se ama mesmo de verdade todo amor ainda se torna pouco.
    Paz

    ResponderExcluir