terça-feira, junho 20, 2006

Indiferença

Indiferença. Ah! A indiferença! Tem poucas coisas piores do que a indiferença daqueles que amamos mais. E talvez esse seja o maior desafio do amor e a dor mais aguda que o coração possa sentir: Continuar amando quando tudo que se recebe de volta é o silêncio indiferente. Porque se há algo que o amor não pode garantir é reciprocidade. Mas nisso sabemos que amamos de verdade, quando o amor "tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta". E o que aparentemente é perda é na verdade ganho, porque se há algo que o amor pode fazer é nos tornar pessoas melhores. E não há amor recebido que produza o mesmo efeito do amor dado.

16 comentários:

  1. só posso dizer que é realmente algo horrível e doloroso...
    dói muito... mas se não fosse essa dor, não saberiamos a grandeza do prazer de recebermos de volta o amor de quem verdadeiramente necessitamos... um dia acontece, eu acho...

    ResponderExcluir
  2. Receber amor é muito bom. Mas qdo amo, eu me sinto mais viva, mais conectada, mais interessada, mais desperta; então, aí, posso dizer como vc - q não há amor recebido q produza o mesmo efeito do amor dado.

    ResponderExcluir
  3. Gostei principalmente da última frase. É melhor dar do que receber.

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. José, a indiferença macula todas as formas de amor. E pode destruir as demais oportunidades de se amar e de ser amado... Indiferença como sentimento e indiferença como atitude... Beijos, Aline

    ResponderExcluir
  5. Já ouvi em algum lugar que o oposto do amor não é o ódio, mas a indiferença...
    Deve ser verdade...

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  7. Ja ouvi que o oposto do amor é o medo; talvez o medo de amar, o medo da indiferença do ser amado...

    ResponderExcluir
  8. Quando eu parar de chorar eu volto para comentar ok
    te amu migo de verdade, obrigada por toda a sua atenção comigo :o)

    ResponderExcluir
  9. oi José (eu sumi pq minha vida esses dias ta super corrida). Gosto de qd vc coloca q o amor nos torna pessoas melhores, acho a indiferença a pior coisa q existe, vejo como uma forma de castigar. Qt ao amor ele nos ensina muitas coisas, como diria Cazuza "amar ensina a não ser só" e "amar ensina a ser só", dois trechos importantes em uma mesma reflexão. bju grande

    ResponderExcluir
  10. pareceu um pastor falando no púlpito, como poucos pastores que falam assim. lindo. sereno, sem enfeites. disse tudo. e mais alguma coisa. perfeito, querido.

    ResponderExcluir
  11. ah José, nem sei se este amor aí existe, bem como está posto na Bíblia... acho que
    somente em Deus o amor não correspondido consegue sobreviver, em nós, já não sei...


    abraços

    ResponderExcluir
  12. Passando pra matar a saudade
    bjinhos e vamos atualizar isso aqui mocinho :o)

    ResponderExcluir
  13. Só posso concordar e assinar embaixo.. sábias palavras!!!
    =)

    ResponderExcluir
  14. Anônimo11:29 PM

    amar assim é humanamente impossível, por isto quando se consegue amar assim, sem esperar retorno, só doando o melhor de si, chega-se mais perto do divino.....

    ResponderExcluir
  15. Flavia1:28 PM

    É verdade!!! O contrário do amor é a indiferença. Quando esta ocorre precisamos ser fortes de alma para terminarmos com dignidade uma relação, a qual imaginarmos a perfeita.

    ResponderExcluir
  16. eita q a indiferença é sofrida... o engraçado q todas as vezes q estou triste por causa de uma patife eu leio 1 corintios, 13 e exatamente hj eu li e vc cita o perfeito Sao paulo "tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta"...

    ResponderExcluir