terça-feira, março 14, 2006

O poeta

Triste talvez, mas nunca infeliz.

8 comentários:

  1. A tristeza então é um modo de vida; ou uma forma de olhar, um ângulo - não necessariamente infelicidade...

    ResponderExcluir
  2. hum , eu teria muito a dizer. Acho a tristeza poética e por trás dela tem um mistério insondável a respeito do que somos, saudade , ausência ,amor, e muitas vezes lágrimas carregadas de sentimentos , e quando nos olhamos vemos a complexidade e a genialidade que Deus teve ao nos criar. É nesse instante que eu descubro que mesmo triste eu sou feliz . BJIN E OBRIGADA PELA VISITA .

    ResponderExcluir
  3. Estava lendo um post da Claire ontem "por que será?", do blog antigo dela, e uma frase que gostei muito foi "Talvez porque a tristeza as faça voltarem-se tanto para dentro de si". Conheço pessoas tristes egoistas, e outras que são tristes e como Claire colocou muito cativante. Eu particularmente gosto dessa tristeza, que não é uma infelicidade, pois cresci e cresço muito quando estou nesta fase. E tbm acho que sou parecida com um amigo meu, Triste por dentro, mas feliz para com as pessoas a minha volta :o)

    ResponderExcluir
  4. se alegria fosse um sentimento constante, numa saberiamos que ela existe...

    ResponderExcluir
  5. Não sou alegre, nem triste: sou poeta. Acho que é de Cecília Meireles... abraços, Aline

    ResponderExcluir
  6. saudadezinha de você!


    ------\.\.~.~././
    ---------(@.@)
    --oOOo-(_)-oOOo---

    bjinhos :o)

    ResponderExcluir
  7. gostei da definição...rs

    ResponderExcluir