segunda-feira, agosto 08, 2005

Aproveitando a data

Um dia Deus achou necessário convercer-me do quanto me amava. Foi nesse dia que conheci você. Desde então, sempre que preciso ser lembrado disso, você cruza providencialmente meu caminho. E mesmo depois de tanto tempo e tanta saudade, meu coração ainda dispara, ainda bate mais forte. E em meio a tanta emoção, as palavras me fogem e eu só consigo dizer: Obrigado! Obrigado por me amar tanto e porque eu sei que não preciso de mais nada!

10 comentários:

  1. Lindo, José. Lindo. Comovente mesmo!

    ResponderExcluir
  2. que data é essa?
    lagrimante o textim.,

    ResponderExcluir
  3. Aí, tá vendo mãe.
    É isso aí que eu quero pra mim, ó. Compra mãe, por favor. Faz tanto tempo.

    :~

    ResponderExcluir
  4. Muito bonito mesmo, José!!!

    ResponderExcluir
  5. saudades do ce kra... ve se aparece qualquer hr!

    ResponderExcluir
  6. aeh mano o amor de DEUS e sua promesa de vida eterna é a unica coisa que nus faz viver no meio desses caos irmão fica na paz de DEUS flw .
    achei seu blog nas minhas andanças na net flw passa ai no meu tbm pra deixar seu recado e seu endereço pra mim poder volta aqui sempre . flw

    ResponderExcluir
  7. resposta bem atrasada da brincadeira lá embaixo.

    1) Qual o seu filme favorito?
    Bueno, considerando que assisto uma infinidade de cousas novas a cada semana, tudo aqui é impermanente. Mas certo, fico com Down By Law, do Jim Jarmusch. No Brasil a pecinha recebeu o infame título de Daunbailó, e é bem difícil de achar. Se encontrarem, comprem, assistam; vale a pena.

    2) Qual o último DVD que você comprou?
    Nunca comprei um DVD, pra ser bem sincero. Mas o último que pirateei na internet foi Neco z Alenky, uma versão mui boa de Alice [preencha aqui: no país das maravilhas, se lhe apraz], do tcheco Jan Svankmajer, de 1988. O véio é dos bons, e tri inovador, formas de narrativas bem híbridas e explosivamente interessantes. Vale o esforço pra achar as raridades.

    3) Quais os 5 últimos filmes que você viu?
    Sem ordem cronológica alguma: A Fantástica Fábrica de Chocolate (Johnny Depp, Tim Burton, isso é estupendo), Spider (um dos meus filminhos favoritos, do bom e velho Cronenberg), Desventuras em Série (baseado do Unfortunate Events, do Lemony Snicket, que um dia ainda plagiarei descaradamente sem ninguém desconfiar), Naked Lunch (em cima do crássico homônimo do William S. Burroughs, o alucinógeno literário e o que me agrada dos beats, já leram? É uma maravilha) e Lost in Translation (Scarlet Johansson, hein, hein, hein? Sonharei com ela durante anos.)

    4) Qual o melhor filme brasileiro de todos os tempos?
    Nos dias de oggi não assisto muito do que é feito aqui, mas gosto bastante dos curtas caprichados de terror, principalmente se for de baixo orçamento. Brotam umas obras primas que nem Vishnu em sua onipresença imaginaria. Olga parece bom, mas confesso que não assisti.

    5) Qual o seu diretor/ator/atriz e seu gênero favoritos?
    Diretor: Cronenberg. Eu poderia encher a bola do cara aqui, mas deixa pra lá, leiam meus contos e entenderão. (gosto deveras das cousas do Lynch também, e do Tim Burton, mas como só quero pôr um, vai o Cronenberg.
    Ator: Johnny Depp. Não comento porque ficaria muito flor.
    Atriz: gostei muitíssimo da Scarlet Johansson, mas acho que me apaixonei por ela, então não vale. Tem também a Kate Beckinsale, mas também não vale porque eu sou apaixonado por ela. Vou citar a Camila Morgado, puxa, que atriz. [eu ia fazer um comentário sobre a Miriam Freeland, mas deixa pra lá, de qualquer forma não importa, já que eu também sou apaixonado por ela, pela garota.]

    ResponderExcluir